Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/12/17 às 14h39 - Atualizado em 5/02/18 às 16h55

Evento apresenta a empresários linha de crédito da União

COMPARTILHAR

Muitos não sabem que podem pegar empréstimo para investimento

 

Foto: Cleverlan Costa

Cerca de cem micros e pequenos empresários estiveram nesta quarta-feira (13), na sede do Simplifica PJ, em Taguatinga, para conhecer melhor o Fundo Constitucional do Centro Oeste – FCO – dinheiro da União voltado para financiamento e crédito à economia dos estados da região e do Distrito Federal. Eles participaram da Caravana do FCO, evento promovido pelo Banco do Brasil com o apoio do Governo de Brasília por intermédio da SEDICT. O Banco do Brasil é o gestor dos contratos de financiamento e crédito concedidos pelo Fundo.

 

O FCO disponibilizou este ano R$ 1,8 bi para financiamento e crédito aos empresários do Distrito Federal. Cerca de R$ 800 milhões foram concedidos. O dinheiro que não foi usado será devolvido aos cofres da União, de acordo com as regras do Fundo. Segundo o secretário Valdir de Oliveira, o dinheiro sobra porque boa parte dos empresários não tem conhecimento dessa linha de crédito. “Muita gente não sabe nem que existe, muito menos quais são as condições”, explicou o secretário. Ele destacou a importância do evento, pois “aproxima o Banco do Brasil” dos empresários. Para o ano que vem, serão R$ 100 milhões a mais, chegando a R$ 1,9 bi apenas para o Distrito Federal. É dinheiro que deve ser usado para que o empresário invista em seu negócio e desenvolva a economia local.

 

Valdir Oliveira informou que para conseguir financiamento do FCO, a empresa precisa ter o cadastro atualizado no Banco do Brasil e estar em dia com suas obrigações fiscais, ou seja, não estar “negativada”. Feito isso, o passo seguinte, de acordo com o secretário, é procurar o gerente de uma agência do Banco. “É muito importante também a presença de um contador e uma consultoria especializada”, acrescenta o secretário, lembrando que o Sebrae oferece essa consultoria de modo qualificado.

 

O FCO oferece linha de crédito e financiamento para todos os setores da economia, basta que o projeto tenha viabilidade econômica e a empresa ofereça as condições necessárias para o pagamento. Dependendo do valor, a quitação poderá ser feita em até vinte anos. Para os projetos que necessitem de menos de R$ 1 milhão – caso das micro e pequenas empresas – a liberação é feita diretamente pelo BB, sem a necessidade da análise do Cofap, conselho que aprova a concessão de crédito quando o valor é maior.

 

 

GALERIA DE FOTOS

 

Mutirão FCO-BB