Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/02/18 às 16h57 - Atualizado em 22/03/18 às 15h02

Parceria entre Governo de Brasília e SEBRAE para capacitação vai até abril

COMPARTILHAR

Alvo são empresários e quem trabalha em áreas de desenvolvimento

 

Agentes do sebrae e servidores na secretaria no galpão em empresa na ceilândia

Foto: Cleverlan costa

Será prorrogado até abril o contrato entre o Governo de Brasília, por intermédio da SEDICT, e o Sebrae para capacitação de empresários e funcionários de empresas em 22 Áreas de Desenvolvimento Econômico do Distrito Federal, as ADE’s. Agentes treinados pelo Sebrae oferecem, desde setembro, treinamento nessas regiões por meio de palestras, cursos e oficinas. “O objetivo desse programa é aumentar a competitividade dos empresários estabelecidos nas Áreas de Desenvolvimento Econômico”, ressalta Maria Auxiliadora França, subsecretária de Apoio às Áreas de Desenvolvimento Econômico. Ela lembra que para participar o empresário precisa ter sua empresa registrada e legalizada.

 

Antes de aplicar o treinamento, o Sebrae fez um diagnóstico das chamadas cadeias produtivas de cada região, ou seja, identificou que tipo de atividade econômica predomina em cada lugar. Foram três mil diagnósticos, que identificaram doze cadeias produtivas. Com base nesses diagnósticos, o treinamento é direcionado àquela atividade econômica e tudo o que ela abrange. “Por exemplo, indústria da moda, que é muito forte no DF.  A capacitação será para quem trabalha em confecção, mas também para quem trabalha com calçados e acessórios”, explica Auxiliadora.

 

Até o fim do segundo bimestre serão dadas 1.190 palestras, 708 oficinas e 636 cursos para gestão. A expectativa é alcançar pessoas que trabalham em quase 1,8 mil empresas. O valor do contrato é de R$ 2,4 milhões, dinheiro que vem de um convênio assinado entre o Governo de Brasília e o Banco Interamericano de Desenvolvimento, o BID. Desse valor, já foram pagos ao Sebrae DF R$ 719 mil. Em março será quitada a segunda parcela, de R$ 918 mil. O restante – R$ 763 mil – será pago ao final do convênio. Para participar, o empresário deve consultar o site do Sebrae: www.df.sebrae.com.br